Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cidadão de Portugal

Cidadão de Portugal

12 de Novembro, 2020

Para mostrar as minhas ideias é necessário mostrar a minha cara?

Cidadão Português

Entrei há pouco tempo no Twitter. Quando decidi criar a conta agarrei o meu caderno das decisões e escrevi na página esquerda Tapado e na página direita Destapado. A minha indecisão era a seguinte:  Para mostrar as minhas ideias é necessário mostrar a minha cara?

Miudo a tapar a cara com as duas mãos

Do lado esquerdo escrevi (o lado do tapado):

Em termos de responsabilidade civil ou criminal sou perfeitamente identificável, estando o meu registo na Sapo com as minhas informações reais. Este blogue é apenas um alias que me foi permitido criar pela ferramenta de blogs da referida Sapo.

A conta Twitter será um espelho do blogue e, portanto, facilmente identificável uma vez que utiliza o mesmo nome, com links para os conteúdos do blogue.

O Twitter também sabe quem sou, o que elimina de uma vez a questão do anonimato.

Do lado esquerdo escrevi (o lado do destapado):

Aborrecimentos desnecessários.

Exposição ao bullying online desnecessária.

Ocorreu-me que poderia, aproveitando a pandemia, colocar a minha fotografia com máscara e, para além de politicamente correto, continuaria a estar tapado.

Pairou sempre a ideia de que pouco importante seria a cara de quem pensa ideias, um cidadão português, num lugar de Portugal. Esse é o ponto importante, quem discorda é livre de sair, quem concordar pode incentivar e apoiar com os seus comentários, as suas ideias, os seus pontos de vista.

Boa noite a todos e fodam-se os otários de extrema-direita onde quer que estejam.